Nova Monte Verde

16.Jul.2018

(66) 9.9920-7732

Notícia

Postada em 28 de Dezembro de 2017 às 06h49min

MarceloDuarte no PPS disputa Câmara, Marco Marrafon ao Senado, começa a se definir o cenário politico em MT.

Marcelo no PPS disputa CâmaraAssim como Marco Marrafon (Educação) escolheu o PPS para se filiar e tentar o Senado, o também secretário Marcelo...

rdnews

marcelo duarte curtinhaMarcelo no PPS disputa Câmara

Assim como Marco Marrafon (Educação) escolheu o PPS para se filiar e tentar o Senado, o também secretário Marcelo Duarte (foto), de Infraestutura e Logística, também fará o mesmo, mas focado no projeto de candidatura a deputado federal ou, na pior das hipóteses, a estadual. Ambos foram orientados pelo governador Taques a procurar abrigo no PPS, considerado pequeno. A partir de março, já com novas filiações, o PPS hoje tocado pelo ex-prefeito rondonopolitano Percival Muniz, terá a "cara" de Taques. Vai abrigar não só Marrafon e Marcelo, mas outros que vão se afastar de cargos importantes no governo para disputar vaga na Assembleia, como os adjuntos Carlos Brito, Leonardo Oliveira, Suelme Evangelista, Marcione Mendes e o assessor da Casa Civil, Beto Corrêa.

Marrafon ao Senado pelo PPS
marco marrafon seduc curtinhaEngana-se quem pensa que o tucano Pedro Taques não está se articulando, com vistas a montar grupo político. Sem alarde, ele não só procura criar condições para peitar a reeleição, inclusive com chances reais de êxito nas urnas, como já definiu nomes preferenciais para o Senado e para cargos proporcionais. Aqueles que sairão de postos importantes, como de adjunto e de secretário, para disputar as eleições e não têm filiação hoje, foram orientados pelo governador para procurar abrigo no PPS. Um deles é o secretário Marco Marrafon (foto), da Educação, maior pasta da estrutura da máquina. Inicialmente, Marrafon trabalhava por projeto à Câmara, mas está sendo incentivado pelo próprio Taques a tentar o Senado, onde serão abertas duas vagas para MT. E Marrafon já anunciou para aliados próximos que vai aderir ao PPS. Deixa o staff em março para encarar as urnas de outubro.
Pesadelo do cárcere e a reeleição
gilmar fabris curtinhaSe conseguir superar o trauma da prisão - aguarda manifestação do STF para saber se voltará ou não para o cárcere, de onde saiu por causa de uma resolução da Assembleia Legislativa -, Gilmar Fabris (foto) está determinado a encarar a reeleição. Ele já vinha se movimentando nesse sentido antes da operação Malebolge, que resultou em sua prisão sob indícios de destruição de provas. Fabris, que já presidiu a AL e hoje é vice-presidente da Mesa Diretora, tem suas bases fincadas em Rondonópolis e Várzea Grande, cujos colégios eleitorais só perdem para Cuiabá. Desde os anos 1990, ele oscila entre a condição de eleito e de suplente de deputado. A prisão por 40 dias o deixou abatido e tenso e ainda carrega uma imagem política desgastada. Mesmo assim, aposta na superação.

Peça sua música

Top 5

1

Ar Condicionado No 15

Wesley Safadão

2

Na Conta Da Loucura

Bruno & Marrone

3

Regime Fechado

Simone & Simaria

4

Aquela Pessoa

Henrique & Juliano

5

TE AMO MAS AINDA ME AMO MAIS

HENRIQUE SALLES

Promoção